Quero ficar com a minha companhia. Fazer o desodorante de microfone e cantar Celine Dion pela casa fazendo um clipe imaginário onde eu deslizo na parede e sofro e rio de mim e ao mesmo tempo me acho sexy e cafona. Quero abrir um vinho e achar graça da minha embriaguez. Dançar como se não houvesse amanhã. Fazer pizza de frigideira que é fácil e não faz sujeira. Abrir o livro no meio do capítulo e de repente ser teletransportada pra outra galáxia. Cantar alto sem me preocupar com os vizinhos ou com alguém julgando se eu canto bem ou não. Quero aproveitar a luz dourada e perpendicular que só acontece no outono. Quero me enrolar no cobertor, assistir sex and the city e sentir um prazer enorme só por ser mulher. Por ter tantos altos e baixos, por ter tanto prazer em devorar uma barra de diamante negro, por me permitir, por me regrar, por sentir tudo tão profundamente, por querer ter um estilo diferente todos os dias, por adorar me arrumar, me olhar no espelho e fazer aquela cara típica que todo mundo tem ao se olhar no espelho, por tentar separar carreira e amor e acabar juntando tudo sempre na mesma parte do coração.

Amanhã é sexta-feira e não tem nada mais incrível do que passar a quinta com você mesmo. Fazendo planos pro fim de semana e pro resto da vida, mesmo que esses planos mudem todos em menos de um dia. Ah, viver é uma das coisas mais preciosas da vida. Eu que me esqueço disso todos os dias. Pode ser que seja saudades de mim.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Marcela Picanço
Criadora e editora do De Repente dá Certo! Este blog é um mapa de onde minha imaginação foi. Agora, o caminho é de vocês. Sejam bem-vindos! Pra saber mais é só clicar ali em cima no: "Quem escreve essas coisas?"