Quem escreve essas coisas?

11165171 10155581182395026 4494828947070310406 o - Quem escreve essas coisas?
Foto por Olivia Nachle

Meu nome é Marcela Picanço. Eu sou criadora, escritora e editora do De Repente dá Certo, ou seja, toco tudo por aqui!

E-mail para contato: [email protected]

Conheça as colunistas que fazem esse site ficar mais completo e incrível!

Clara Baccarin

Clara Baccarin é poeta, escritora e tradutora. Autora do romance Castelos Tropicais (2015), trabalhando no segundo livro Mesa de Bar. Colunista no site Conti Outra Artes e Afins, na Revista Literária Benfazeja e com publicações em diversos sites. Escreve poemas todos os dias para suprir a falta de açúcar e de pimenta na dieta da vida.

Luisa Mote

Carioca que ama São Paulo, estudante de medicina e formada em letras porque a vida pode ter muitos espectros. Não me peça conselhos nem opiniões, mas me convide pra uma xícara de café, algum gluten, alguma lactose, alguma gordura e uma conversa bem humorada. Isso é tudo que a gente precisa, meu bem.

Natália Beraldi

Jornalista, fotógrafa, viajante. Apaixonada por estradas, acostumada com partidas, viciada em sentir. Sempre acompanhada de uma câmera e uma xícara de café.

Sophia Alziri

A Sophia odeia fazer minibiografias. Mas ela é minha melhor amiga desde os 6 anos de idade e é a pessoa mais autêntica e cheia de nuances que eu conheço.

Letícia Manela

Diretora de arte e poeta.

Giovanna Ghersel

A Giovanna é estudante de direito e comunicação. Viciada em séries, viagens e desventuras amorosas. Considera ler e escrever terapêutico além de claro: desabafos em mesas de bar, cantar evidências no karaokê ou fazer uma maratona de netflix e pipoca. Atualmente está tentando escrever um livro e descobrir o que fazer da vida. Enquanto isso vai recolhendo experiências e usando-as de inspiração para os textos, afinal não existe nada mais extraordinário do que a vida.

Marina Bufon Nunes

Marina é linguista e bailarina, dança nas palavras e escreve seus passos. Gosta de linhas tortas, sentimentos verdadeiros (e expressados) e bichinhos (vivos). Do interior de São Paulo, o sotaque permanece nos erres e a voz canta alto nos estádios de futebol, esporte que ama desde a época dos dentes de leite.

Natália Moreira

Sou uma alienígena disfarçada de gente, tentando voar com os pés no chão, viver em queda livre e explicar o que (não) entendo com perguntas. A contradição é p(arte) minha e mesmo sabendo que “pra viver mais, eu sei que eu devia viver menos”, quero demais até o fim – ou o começo.

 Sites parceiros de conteúdo

Vamos pra Vênus

Juh Batah é a criadora do do blog Vamos pra Vênus, designer, ilustradora e webwriter.

Sem Clichê

Marcella Brafman é autora do Sem Clichê. Ela é jornalista, escritora e mineira. Sofre de imaginação fértil que só passa escrevendo.