Arte por Sanja Marija Marušić.

A ideia pode ser batida, mas não há outra maneira tão eficaz quanto a de enfrentar os obstáculos que a vida te impõe. E isso não significa negar as dificuldades nas quais você está envolvido, fechando os olhos para o desconforto que sente dentro de si. Pelo contrário, é ter consciência de que algo precisa ser modificado e ter a ousadia de se desafiar cada dia mais em busca da sua evolução, seja ela pessoal ou profissional.

Muitos acreditam que coragem seja sinônimo de ausência de medo, mas quem diz que não tem medo é inconsequente (ou mentiroso).  Na verdade, coragem é ter a capacidade de enfrentar os seus temores, entrando em contato com partes suas que estavam esquecidas ou então que você nem tinha conhecimento sobre elas.

Nem sempre temos a percepção clara dos diversos caminhos que podemos percorrer. Quando estamos diante de uma situação de vida complicada focamos apenas nos problemas e nos esquecemos de fazer um gesto simples: o da observação. Afaste-se um pouco de si mesmo e das suas angústias. Mude de perspectiva.

A partir disso, talvez você tenha a nítida sensação de que algo precisa ser feito, seja porque você quer sair da sua zona de conforto, seja porque, em algum momento, você foi posto para fora dela, sem o seu consentimento. De qualquer maneira, quem ganha é você. Saiba lidar com as diversidades, descubra novos caminhos que se abrirão a partir disso. Busque a sua terceira margem do rio.

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Larissa Foresto
Advogada por formação. Concurseira por opção. Por meio da escrita busca dar vazão às emoções. Algumas, muito particulares, outras, comuns a todos. Sua palavra preferida é ‘des-envolver’: deixar de se envolver com sentimentos antigos e ultrapassados para se tornar a melhor versão (inédita) de si mesmo.